jantando

Tristeza é algo que não se encontra atoa

Eu estava jantando

calmamente

e olhava o mar frio

ondas calmas

e me perdi me encontrando

olhando meu futuro que se desenhava no passado

me senti como se tivesse quinze anos

perdido

e o mar batia

calmo

Anúncios

Saudades

Por do Sol

Por do Sol

Ah, a saudade que eu teria se você tivesse passeado comigo em Barcelona

E tanta saudade eu sentiria da Alexanderplatz em Berlim

E de andar de caminhar de mãos dadas pela beira do Sena

E sentiria falta da brisa quando o barco nos levasse da Espanha pra Italia

E quanta tempo eu choraria ao lembrar de nosso passeio de gôndola em Veneza

Ah quantas saudades de coisas que nunca fizemos

Da praia da Bahia em que deveríamos ir

Do hotelzinho da serra gaucha onde dormiríamos encharcados de vinho e amor

Ah quantas saudades eu sentiria

De ver os quadros tão lindos do museu do Louvre e dos museus de Madri

E ver o sol descer as dez horas da noite em Paris

Copacabana à Noite

Copacabana à Noite

Sentados, de mãos dadas, de frente pros becos de Momartre

E quanto tempo teríamos brincado nos jardins das tulherias

E nos assustados com as torres de Notre-dame

Ah quantas saudades eu sentiria

De coisas que nunca fizemos

Se eu não estivesse

Com saudades das pequenas coisas que contigo vivi

(e que tão felizes me fizeram)